Notícias

CESE realiza debate ‘Democracia e Direitos sob ataque: um olhar dos movimentos sociais’

“Democracia e direitos sob ataque – um olhar dos movimentos sociais”: o próprio nome do evento é elucidativo dos objetivos do debate público que será realizado pela CESE no próximo dia 13 de março, a partir das 18h, no Museu de Arte da Bahia. Com presenças confirmadas para a mesa de abertura de Sônia Guajajara (Articulação de Povos Indígenas do Brasil), Valdecir Nascimento (Articulação de Mulheres Negras Brasileiras) e João Paulo Rodrigues (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra – MST), o evento irá articular lideranças de movimentos sociais de todo o país para discutir os desdobramentos do golpe político que o Brasil atravessou e os retrocessos de direitos que a sociedade brasileira vem vivenciando.

O debate público é uma realização da CESE, com apoio do Museu de Arte da Bahia, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

A agenda faz parte do “CESE e Movimentos Sociais”, encontro bianual que a CESE realiza: um momento de reflexão crítica coletiva, que a permite estar em sintonia com os movimentos e, assim, cumprir a sua missão de fortalecer suas lutas por direitos e democracia com justiça.

Encontro bianual
Neste ano, a reunião entre a organização e movimentos sociais será realizada de 13 a 14 de março nas dependências da CESE. A programação inclui a reflexão dos movimentos sobre seus principais desafios, estratégias de organização, articulação e incidência política e a coleta, por parte da CESE, de subsídios para orientar o seu trabalho nos próximos anos – prioridades, novos campos ou estratégias de atuação, mudanças necessárias nas formas de atuar entre outros.

Dando sequência, nos dias 15 e 16 será realizada a reunião CESE-Agências, momento no qual serão compartilhadas as perspectivas e posicionamentos de agências de cooperação internacional diante do atual cenário político brasileiro. Estão confirmadas as presenças de representantes da Action Aid, Misereor (Alemanha), Heks (Suíça), Terre des Hommes (Schweiz)
Terre des Hommes (Suisse), Brot für die Welt (Alemanha) e Fastenopfer (Canadá).


QUEM É QUEM – MESA DE ABERTURA

Sônia Guajajara: Por cinco anos, foi vice-coordenadora da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia (Coiab). Atualmente é coordenadora executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib).

Valdecir Nascimento: Atualmente é coordenadora-executiva do Odara – Instituto da Mulher Negra e integra a Articulação de Mulheres Negras Brasileiras.

João Paulo Rodrigues: integrante da direção nacional do MST, é formado em Ciências Sociais e membro do grupo de conjuntura da Fundação Perseu Abramo

SOBRE A CESE

Ao longo de 43 anos, a CESE (Coordenadoria Ecumênica de Serviço) já apoiou mais de 11,5 mil projetos de organizações populares de todo o Brasil, contribuindo para o fortalecimento dos direitos de mais de 10 milhões de mulheres, jovens rurais e urbanos; crianças e adolescentes; e representantes de populações tradicionais (indígenas, quilombolas, pescadores/as artesanais, entre outros).

SERVIÇO

O QUE: Debate Público “Democracia e direitos sob ataque: um olhar dos movimentos sociais”
QUANDO: 13 de março de 2017, a partir das 18h
ONDE: Museu de Arte da Bahia (Avenida Sete de Setembro, 2340, Corredor da Vitória, Salvador/BA)