Salvador, Bahia, Brasil | 31 de julho de 2014

banner rede de amigos
A CESE é membro da Actaliança

SOBRE A CESE

Homepage > Conheça a CESE > Sobre a CESE


A CESE nasceu do sonho de promover e garantir a defesa de direitos, justiça e paz. Para isso, assumiu o compromisso de fortalecer as lutas dos movimentos sociais por transformações que assegurem uma sociedade justa e democrática.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

O QUE FAZEMOS?

Em quase quatro décadas de trabalho, a CESE já apoiou mais de 10 mil projetos de organizações populares em todo o Brasil, numa média de 400 projetos apoiados por ano. Com isso, a CESE já contribuiu para melhorar a qualidade de vida de aproximadamente 9,5 milhões de pessoas.

Falar sobre a CESE é falar de transformação social. Por isso, a sua história só pode ser contada no plural, com a participação daqueles que fizeram e fazem parte da sua trajetória.

Imagem de Video

"Eu creio que a CESE, em seus quase 40 anos, mostrou fidelidade e continuidade. Fidelidade em apoiar os projetos da base, especialmente aqueles ligados aos Direitos Humanos, mas os Direitos Humanos na perspectiva dos pobres, que é o direito à vida..."

Leonardo Boff (Teólogo / Filósofo / Escritor)

CLICK AQUI E ASSISTA AO VÍDEO DEPOIMENTO DO LEONARDO BOFF NA ÍNTEGRA
Imagem de Junior

"Em 1992, depois do acontecimento mais importante de nossas vidas - a estréia da Banda AfroReggae - não tínhamos nenhum espaço para reuniões, encontros ou ensaios. Acreditando no potencial do Grupo Cultural AfroReggae, a CESE investiu no aluguel de uma sede para nós, apoiou o Jornal AfroReggae Notícias e as nossas ações em Vigário Geral. Esse suporte foi fundamental e estratégico no momento em que todos nós éramos voluntários e militantes de sonhos e utopias. A CESE é um grande portal para que entidades como o Grupo Cultural AfroReggae possam alçar grandes vôos e se estruturem para lutar em prol de um mundo mais justo."

José Júnior (Coordenador Executivo do Grupo Cultural AfroReggae)

Imagem das crianças

"A CESE esteve e está fortemente presente na nossa história. Se hoje, a ASA está à frente de um dos maiores programas de acesso à água potável para famílias do semi-árido brasileiro e se projeta como organização chave em debates de construção de políticas para o semi-árido, as raízes desta grande conquista estão fortemente ligadas à CESE. Isso acontece quando a CESE apoia os grupos, os mais variados, em suas experiências, minúsculas às vezes, mas fortemente significativas; quando provoca e apóia os processos de intercambio, de troca de experiências; quando apóia suas manifestações públicas e denuncia as mazelas, os erros e desvios do poder público em relação ao semi-árido e, ao mesmo tempo, aponta os caminhos que devem ser seguidos. Apoiar este processo de construção coletiva de políticas, sem se apropriar indevidamente do mesmo é, a nosso ver, a cara da CESE."

Coordenação Executiva da ASA (Articulação no Semi-Árido Brasileiro), rede que reúne mais de 3.000 organizações da sociedade civil.

"Quando a justiça decidiu que a Raposa Serra do Sol seria nossa por inteiro, muitos disseram que nós não saberíamos manter o arroz que os brancos deixaram por aqui e íamos morrer de fome por isso. Disseram que ia acabar tudo por aqui e a terra ia ficar improdutiva. Com o apoio da CESE trouxemos agricultores orgânicos do MST que apoiavam nossa luta e nos ajudaram com sementes e um jeito de plantar saudável para nossa terra e para o nosso povo. Para nossas comunidades indígenas este intercâmbio é muito importante, pois traz ânimo e compreensão de que não estamos sozinhos e que podemos produzir melhor e sem agredir o meio ambiente, melhorando nossas vidas sem negar nossa cultura. A CESE está com a gente nessa vitória."

Julio Macuxi, do CIR (Conselho Indígena da Roraima)

QUEM SOMOS

A CESE é uma entidade ecumênica, sem fins lucrativos, com sede em Salvador/BA e atualmente é composta pelas seguintes Igrejas:

Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil

Igreja Presbiteriana Independente do Brasil

Igreja Presbiteriana Unida do Brasil

Igreja Episcopal Anglicana do Brasil

Igreja Católica Apostólica Romana - CNBB

Aliança de Batistas do Brasil

QUEM RECEBE O APOIO DA CESE?

Através de sua atuação, a CESE beneficia as populações rurais e urbanas de todo o Brasil que vivem diretamente as consequências da extrema desigualdade no país, lutando de forma organizada pela afirmação de direitos individuais e coletivos.

As organizações prioritárias são movimentos sociais populares, associações, sindicatos, grupos de base, cooperativas, fóruns e articulações, organizações não-governamentais de apoio e assessoria ao movimento popular, organizações ecumênicas, setores de diaconia e ação social das igrejas.

PERFIL DO PÚBLICO PRIORITÁRIO ATENDIDO PELA CESE

NO ÂMBITO RURAL sem terras, pequenos produtores, agricultores familiares, extrativistas (seringueiros, quebradeiras de coco, pescadores artesanais etc), assalariados agrícolas
NO ÂMBITO URBANO Moradores de rua, sem-teto, moradores de periferia, pessoas com deficiência, recicladores, trabalhadores do setor informal, trabalhadores da economia solidária, desempregados;
EM RELAÇÃO À ETNIA Povos indígenas; quilombolas; população negra urbana.
NA PERSPECTIVA DA FAIXA ETÁRIA Jovens; crianças.

O QUE ORIENTA O NOSSO TRABALHO

Para orientar sua atuação junto aos movimentos e às organizações populares, a CESE estabeleceu quatro políticas referenciais, tendo como marco os Direitos Humanos e compreendendo a relação entre direitos, democracia e desenvolvimento. As quatro políticas - Direito a Terra e Água e Território, Direito à Cidade, Direito a Trabalho e Renda, Direito à Identidade na Diversidade - guardam entre si um sentido de interdependência.

DIREITO A TERRA, ÁGUA E TERRITÓRIO (DTAT)

A CESE reconhece a distribuição desigual de terra e água como um elemento central nas relações de poder no Brasil e, desde sua fundação, tem apoiado as lutas pelo direito a terra e água, considerando toda a diversidade que essa questão comporta, no campo e na cidade. Alguns dos elementos fundamentais dessa política são: o apoio à reforma agrária e à demarcação de territórios indígenas, quilombolas e outras comunidades tradicionais, à conservação da biodiversidade, a estratégias de acesso à água para consumo e produção, à agricultura camponesa agroecológica, ao combate ao hidronegócio e à luta pelo acesso à terra urbana, com regularização fundiária.

DIREITO À CIDADE (DIC)

A CESE definiu esta política referencial considerando o grave contexto de violações de direitos nas cidades brasileiras, incluindo a violência urbana, reflexo das profundas desigualdades sociais no país e agravado pelo processo de urbanização acelerada vivido no Brasil a partir da década de 70. Nessa política, a CESE prioriza o apoio a organizações urbanas de atuação local e aos movimentos sociais pela reforma urbana e pelo direito à cidade, compreendido como direitos relativos ao exercício da cidadania e participação na gestão das cidades e os direitos relacionados ao desenvolvimento econômico, social, cultural e ambiental nas cidades, como o direito à moradia e ao transporte público e mobilidade urbana.

DIREITO A TRABALHO E RENDA (DTR)

Reconhecendo o contexto de extremas desigualdades sociais e precarização das relações de trabalho, a CESE definiu essa política tendo como princípios a defesa da vida com dignidade e a afirmação de direitos. A CESE apoia as lutas dos trabalhadores no setor formal, estimula iniciativas no campo da economia dos setores populares e outras ações em prol do desenvolvimento economicamente viável, socialmente justo e ambientalmente sustentável.

DIREITO À IDENTIDADE NA DIVERSIDADE (DID)

Essa política parte do reconhecimento do direito à organização a partir de identidades coletivas. Nela, a CESE enfatiza aspectos fundamentais da sociedade brasileira, em especial as desigualdades de gênero, raça e etnia, que, articulados à péssima distribuição de renda no país, estruturam relações sociais marcadas pela injustiça. Assim, alguns dos principais interlocutores dessa política referencial são o movimento de mulheres, negro, indígena e de juventude, além de comunidades tradicionais. Considerando a identidade ecumênica da CESE, também são elementos centrais dessa política a promoção do diálogo inter-religioso e da diaconia ecumênica.

COMO ATUAMOS

A CESE ocupa um lugar de convergência entre igrejas, agências de cooperação internacional e movimentos populares, o que exige um conjunto diversificado de estratégias de ação, que se reforçam mutuamente para o alcance dos objetivos institucionais:

• Apoio a projetos de organizações populares, movimentos sociais, entidades do movimento ecumênico, redes e articulações, através de vários programas de projetos, por demanda espontânea, editais e chamadas de propostas.

• Diálogo e articulação, através da participação em redes e fóruns estratégicos e promoção de atividades envolvendo igrejas, agências e movimentos sociais.

• Formação de lideranças e grupos populares, por meio de oficinas, encontros, seminários e estímulo ao intercâmbio de experiências.

• Diálogo e relações ecumênicas, promovendo campanhas e consultas; contribuindo com publicações e participando de espaços nacionais e internacionais de articulação do movimento ecumênico, buscando fortalecer a perspectiva dos direitos humanos e o aprofundamento do diálogo inter-religioso.

• Comunicação, manifestando-se publicamente em situações de violação de direitos e divulgando, por meio de seu site e de publicações específicas, as ações dos movimentos sociais e organizações populares para afirmação de direitos no Brasil. Além disso, ações de comunicação buscam ampliar a visibilidade institucional.

• Relações institucionais com as igrejas associadas à CESE, com agências da cooperação internacional e com outras entidades do movimento ecumênico, além de movimentos sociais.

• Mobilização de recursos em diversos âmbitos: agências da cooperação internacional ecumênica, fundações e institutos, recursos governamentais e doações individuais.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

CAMPANHAS

Primavera para a vida 2013 Ação para crianças

Clique acima e conheça as campanhas da CESE.

©2012 Coordenadoria Ecumênica de Serviço – CESE. End.: R. da Graça, 164. Graça, CEP: 40.150-055, Salvador-BA, Brasil. Tel.: (71)2104-5457, Fax: (71)2104-5456, E-mail: cese@cese.org.br
CC

O conteúdo deste site pode ser utilizado desde que cite os autores e a fonte.

Expediente: 8hrs às 12hrs e 13 às 17hrs. Atenção: região não inclusa no horário brasileiro de verão

Assine o RSS Webmail