Cese | Coordenadoria Ecumênica de Serviço | Há mais de 40 anos, a CESE atua na promoção, defesa e garantia de direitos no Brasil. E faz isso porque entende que a desigualdade e a injustiça ainda persistem.

Canal CESE

 

Veja mais vídeos →

A economia solidária visa a geração de renda, mas em uma outra perspectiva, que é a do bem estar, da cooperação, da autogestão, da sustentabilidade, da divisão do lucro igualmente entre todas as pessoas. Ela vem justamente para combater a exclusão do modelo econômico atual que busca somente a produção e o lucro.

Ana Carine Nascimento, mestranda em Desenvolvimento Territorial e Gestão Social. Coordenadora dos programas de Desenvolvimento Socioambiental e de Direitos Humanos do CAMA – Centro de Arte e Meio Ambiente

Eu trabalho com mães que não comem por que, diante da fome e da miséria, pegam uma cesta básica e dividem com familiares. Mulheres negras diante dessa pandemia estão muito ocupadas: ocupadas em sobreviver, em criar estratégias de sobrevivência. Por que onde as políticas públicas não chegam, somos nós que fazemos as políticas públicas. “Tudo que nós tem é nós”. Nós estamos, sim, por nossa própria conta.

Benilda Brito, pós-graduada em Psicopedagogia, Mestra em Gestão Social, integra a Plataforma DHESCA, Consultora da ONU e do Nzinga-Coletivo de Mulheres Negras de Belo Horizonte e Ativista pela Educação da rede Malala.