21 de janeiro: Dia de Enfrentamento ao Racismo Religioso – Ecumenismo | Notícias | Cese | Coordenadoria Ecumênica de Serviço

Ecumenismo Notícias

Data: 18.01.21

21 de janeiro: Dia de Enfrentamento ao Racismo Religioso

O Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, 21 de janeiro, foi oficializado em 2007 através da Lei n.º 11.635, de 27 de dezembro, e a sua escolha feita em homenagem à Mãe Gilda, do terreiro Ilê Axé Abassá de Ogum, localizado em Salvador. Esse foi o dia que, em consequência do crime de intolerância religiosa, ela faleceu com um infarto no ano 2000.

Esse ano, o CEBIC – Conselho Ecumênico Baiano de Igrejas Cristãs realiza, com o apoio da CESE e do CONIC, uma campanha de combate ao racismo religioso e pela construção de uma Cultura de Paz na Bahia.

Com o tema ‘’Pessoas de outras religiões importam e merecem respeito: a Paz é a gente que faz!’’ o CEBIC contou com o depoimento de lideranças religiosas e praticantes de diversas religiões. Os vídeos compartilhados nas redes sociais do CEBIC e apoiadores(as). Participam da campanha: Ana Gualberto Ìyá TOju Omo; Elizabeth Pereira (mulher evangélica); Ìyá Márcia d´ Ògun; Márcia P. Goncalves Pereira ( mulher Fé Bahai);Pai Raimundo Troccoli; Pe. Lázaro Muniz; Pastora Célia Gil; Pastora Sonia Mota; Patricia Gordano ( mulher espírita); Rabino Mariano Del Prado; Sheikh Abdul Hameed Ahmad; Telma Taurepang ( mulher indígena). Confira AQUI os vídeos da campanha.

No dia 21 de janeiro, às 19hs, o CEBIC promoverá uma roda de conversa virtual com a Ìyá Márcia d´Ógum e Ana Gualberto Ìyá T´Oju Omo. O encontro será um bate papo sobre a religião do Candomblé, aberto para perguntas através do YouTube do CEBIC. Participe!

Pessoas de outras religiões importam e merecem respeito. A Paz é a gente que faz!