Abril Indígena Mobile – Painel Marketing Mobile | Cese | Coordenadoria Ecumênica de Serviço

Abril Indígena Mobile

No dia em que o calendário acena para o Dia do Índio (19 de abril), a CESE olha com atenção e preocupação para as agendas indígenas e ambientais, que são um dos grandes retrocessos dos primeiros 100 dias do governo Bolsonaro.

Como algumas medidas, se destacam a transferência da competência da demarcação de terras indígenas da Funai (Fundação Nacional do Índio) para o Ministério da Agricultura e a recente decisão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, de acabar com a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), sucateando, dessa forma, a saúde desses povos, para que a população indígena agonize até a morte nos municípios, desresponsabilizando a União. A medida foi momentaneamente deixada de lado após mobilização nacional.

Os recentes ataques aos povos originários se somam à realidade histórica de massacre desses povos, expulsão de suas terras, racismo, criminalização e assassinato de lideranças.

Com objetivo de transformar essa realidade, a CESE continua atuando na luta e na defesa dos direitos de povos indígenas. A organização apoiou, só nos últimos 15 anos (2004 – 2018), aproximadamente 517 projetos, beneficiando 325 mil representantes de povos originários em todo o Brasil.  #AbrilIndígena #19deAbril #DiadaResistênciaIndígena