Movimento social baiano promove em Salvador o Dia de Ação Global pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

A Abong (Associação Brasileira de ONGs) e o Coletivo Baiano do Fórum Social Mundial, que reúne mais de 30 organizações, irão realizar o ato de mobilização em torno dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A ação global acontece em diversas cidades do mundo no dia 24 de Setembro, véspera da cúpula da ONU (Organizações das Nações Unidas) que aprovarão os 17 ODS para o período de 2015 a 2030.

Em Salvador, o ato irá ocorrer na praça Castro Alves, a partir das 15 horas até o final do pôr-do-sol. Diversos grupos culturais e artísticos irão se apresentar durante a atividade, a exemplo da banda Purificayê, de Irará, além de representantes de diversos segmentos do movimento social, que debaterão os 17 ODS e a sua incidência local.

Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável substituem os 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, lançados pela ONU em 2000, cuja vigência expira no final de 2015. Os novos ODS tratam de grandes problemáticas da sociedade: pobreza, desigualdades; segurança alimentar; água e saneamento; educação inclusiva; igualdade de gênero; mudanças climáticas; etc.

Para Damien Hazard, coordenador da Vida Brasil, “todos esses debates, aparentemente distantes das nossas preocupações cotidianas, atingem em cheio a nossa realidade. A Agenda Pós-2015 não é apenas uma agenda internacional, mas também é de abrangência subnacional (estadual, territorial e municipal) e norteará políticas públicas e recursos financeiros”.

O representante da Conen (Coletivo Nacional de Entidades Negras), Gilberto Leal, lamenta a ausência de objetivos diretamente ligados à questão racial, mas compreende que essa pauta está atrelada a diversas metas: “A questão racial, sobretudo no caso do Brasil, é estruturante na sociedade. Por isso que o cumprimento de objetivos como o da redução das desigualdades inevitavelmente passa pelas mudanças de políticas que atingem diretamente a população negra, como a política de segurança pública e a adoção de medidas afirmativas e reparadoras”.

Diversas atividades de mobilização antecederão o ato do dia 24. É o caso do CRIA (Centro de Referência Integral do Adolescente), que está promovendo oficinas com os jovens da organização para debater os ODS e relacioná-los com a realidade local. O resultado das oficinas será apresentado no dia 24.

Participam da organização do ato: ADOCCI, Apalba, Afoxé Bamboxê, Associação Manuel Faustino, Cooperativa Sonhos Possíveis, Conam, Conen, Coletivo Bahia 21, CESE, CRIA, CTB, ICS, Instituto Palmares, FABS, Fetim, Germen, UBM, Unegro e Vida Brasil, além de representantes de comunidades tradicionais e do movimento de pessoa com deficiência de Feira de Santana.

 

Mais informações sobre os ODS:

https://brasilnopos2015.wordpress.com/

http://blogdavidabrasil.blogspot.com.br/

 

O que: Dia de Ação Global pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Local: Praça Castro Alves, av. Carlos Gomes, Centro, Salvador, Bahia.

Horário: 15 às 19 horas

Realização: Abong (Associação Brasileira de ONGs), Coletivo Baiano do Fórum Social Mundial

Inscrição: Gratuita e aberta

Informações: comunicacaovidabrasil@gmail.com / 71 3321-4688

Assessoria de Imprensa: Alex Hercog


Warning: Use of undefined constant rand - assumed 'rand' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/cese/www/acervo/2017/wp-content/themes/ribbon/single.php on line 35

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *