SEMINÁRIO NACIONAL ‘A AGENDA DAS RESISTÊNCIAS E AS ALTERNATIVAS PARA O BRASIL UM OLHAR DESDE A SOCIEDADE CIVIL’

Está previsto para acontecer entre os dias 16 e 18 de agosto, em São Paulo (SP), o seminário nacional “A agenda das resistências e as alternativas para o Brasil: Um olhar desde a sociedade civil”. O evento está sendo preparado pela Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais (Abong) junto às suas associadas Centro de Assessoria Multiprofissional (Camp), Coordenadoria Ecumênica de Serviço (Cese), Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea); pelo Iser Assessoria; e pela Articulação para o Monitoramento dos Direitos Humanos no Brasil.

A atividade será realizada no âmbito dos projetos Sociedade Civil Construindo a Resistência Democrática e Novos Paradigmas de Desenvolvimento: pensar, propor, difundir, que contam com apoio da União Europeia e Misereor, respectivamente.

Quando: 16 a 18 de agosto de 2017 – São Paulo, Brasil
Convidadas: Organizações, Movimentos Sociais, Redes e Plataformas Nacionais
Onde: CENTRO DE FORMAÇÃO SAGRADA FAMÍLIA – Rua Pe. Marchetti, 237 – Ipiranga

PROGRAMAÇÃO

16 agosto 2017

14hs – Acolhida e Abertura
15hs – AS CRISES
A crise política brasileira e seus efeitos sobre o debate das alternativas ao desenvolvimento: um olhar sobre as condições de sustentação de uma transição ao modelo.

Falas das lideranças dos movimentos e organizações presentes.
Debatedoras/es
Cândido Grzybowski – Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas – IBASE
Izanete Maria Colla – Movimento de Mulheres Camponesas – MMC
Reginete Bispo – Akani – Instituto de Pesquisa e Assessoria em DH, Gênero, Raça e Etnia
Paulo Carbonari – Articulação Monit. DH / MNDH
Mediação:
Evanildo Barbosa – Fase/Abong
Débora Nunes – Diálogos e Humanidades/Novos Paradigmas
17hs – Debate

17 agosto 2017

9hs – Abertura – Delegação da União Europeia no Brasil
Apresentação da estratégia dos projetos e programas da UE para o Brasil.

Denise Verdade – Assessora de Projetos da União Europeia

9h30m – AS RESISTÊNCIAS
Os paradigmas do bem viver e dos bens comuns nas práticas das organizações populares e dos movimentos sociais no campo e na cidade

Convidadas/os
Douglas Belchior – Uneafro Brasil – luta contra o extermínio do povo negro
Eleutéria Amora da Silva – Abong/CAMTRA – Plataforma pelo Marco Regulatório das OSCs
Gilberto Leal – CONEN – A diáspora dos povos de matriz africana e o bem viver
Ivo Macagnan – Rede Ecovida – Práticas agroecológicas e bens comuns
Sammer Siman – Brigadas Populares – Morar como Direito Humano
David Karai Popygua – Comissão Guarani Yvrupa – O Bem Viver dos povos indígenas
Mércia Maria – Articulação Monitoramento dos DHs/PAD/SOS Corpo – Os Direitos Humanos e a Democracia
Natália Cruz – Articulação de Mulheres Brasileiras – AMB/Cfêmea – Os comuns e o Feminismo: os corpos políticos das mulheres

Mediação:
Enéias da Rosa – Articulação Monit. DH
Daniela Tolfo – Camp/Abong

Debate em Plenário
14hs – OFICINAS DE DIÁLOGOS – O PAPEL DE CADA EXPERIÊNCIA DE LUTA E ORGANIZAÇÃO NA CONSTRUÇÃO DE ALTERNATIVAS
Diálogos em Grupos

Aula Pública
19hs – AS ALTERNATIVAS
Convergências e Controvérsias sobre a construção de uma plataforma das alternativas ao modelo de desenvolvimento brasileiro.
Local: Fundação Escola de Sociologia e Política – FESP – R. General Jardim, 522 (Auditório)

Convidadas/os
Salete Carollo – Movimento dos Trabalhadores Sem Terra – MST – Frente Brasil Popular
Vitor Guimarães – Movimento dos Trabalhadores Sem Teto – MTST – Frente Povo Sem Medo
Debatedoras/es
Olívio Dutra – ex-Governador do RS
Renata Mielli – Fórum Nacional de Democratização da Comunicação
José Antônio Moroni – Plataforma para a Reforma do Sistema Político/Inesc
Lindomar Terena – Articulação dos Povos Indígenas do Brasil – APIB
Valdecir Nascimento – Articulação das Mulheres Negras Brasileiras – AMNB/Instituto Odara
Mediação:
Ivo Lesbaupin – ISER Assessoria/Novos Paradigmas
Adriana Ramos – ISA/Abong

21h Coquetel de lançamento:
– “Para além do desenvolvimento – construir outros horizontes utópicos” (Abong e Iser Assessoria Organizadores)
– Cartilha “Para evitar o desastre: como construir a sociedade do Bem Viver” (Abong e Iser Assessoria)
– “Direitos Humanos no Brasil – Informe da sociedade civil sobre a situação dos DhESC” (Articulação para o Monitoramento dos Direitos Humanos no Brasil)

18 agosto 2017

PAINEL COLETIVO – PASSOS PARA ESTRATÉGIAS E AGENDAS COMUNS
Sínteses para uma agenda/plataforma de alternativas ao modelo de desenvolvimento brasileiro

9hs – Sínteses dos grupos de trabalho para uma plataforma das alternativas ao modelo de desenvolvimento brasileiro e acordos para uma agenda e estratégias comuns

Mediação:
Mauri Cruz – Camp/Abong
Maria Elena Rodrigues – Artic. Monit. DH
Antonio Martins – Outras Palavras

Apresentação das sínteses dos grupos do dia anterior (oficinas)

Debate
14hs – Mística de Encerramento


Warning: Use of undefined constant rand - assumed 'rand' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/cese/www/acervo/2017/wp-content/themes/ribbon/single.php on line 35

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *