Assembleia da CESE 2017 visita comunidade de Ilha de Maré – Notícias | Cese | Coordenadoria Ecumênica de Serviço

Notícias

Data: 09.06.17

Assembleia da CESE 2017 visita comunidade de Ilha de Maré

Com hinos e palavras de ordem, a Assembleia da CESE se uniu aos pescadores/as de Ilha de Maré para realizar um ato ecumênico na região conhecida como Prainha, nesta quinta-feira (08). O local, utilizado pelos moradores de Ilha de Maré e turistas para pesca e também lazer, poderá ser destruído para a ampliação do Porto de Aratu. Se aprovada, a obra causará perdas inimagináveis para o meio ambiente, manutenção da vida marinha e consequentemente para a população que tira o sustento do mar.

O ato marcou o início dos trabalhos da Assembleia Geral da CESE, que discute anualmente as diretrizes e perspectivas da entidade. Os representantes das organizações presentes puderam conhecer de perto como as/os pescadores/as resistem pelo direito à manifestação da cultura e modos de vida, além de verem as indústrias localizadas no entorno da ilha.

“Começamos nossa assembleia aqui, não só para conhecer, mas para somar a vocês. Esse momento é muito rico e nós nos comprometemos com esta parceria e resistência para que vocês possam continuar na luta por direitos”, afirmou o Padre Marcos Barbosa, presidente da CESE.

Durante o ato, as/os pescadores/as presentes contaram sobre as mobilizações que já realizaram contra a poluição na região e como o Estado e as indústrias não se responsabilizam pela destruição ambiental das áreas.

“Esse ato é para mostrar nossa indignação. Também queremos que vocês que participam deste momento divulguem a nossa luta para tentar barrar essa construção. Os/as pescadores/as tiram o sustento das atividades que exercem na Prainha. A gente não é contra o progresso, mas somos contra o progresso que extermina a vida da gente”, disse Marizélia Lopes, conhecida como Nega.

Ao final do dia, a CESE entregou à comunidade as assinaturas de todas/os participantes do ato como forma de reafirmar o apoio aos pescadores/pescadoras.

Estiveram presentes representantes de organizações como a Cáritas, CEBI (Centro de Estudos Bíblicos), CONIC (Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil) e as Igrejas IEAB (Episcopal Anglicana do Brasil), IPU (Presbiteriana Unida do Brasil), ABB (Aliança de Batistas do Brasil), ICAR (Católica Apostólica Romana), IECLB (Evangélica de Confissão Luterana no Brasil) e IPI (Presbiteriana Independente do Brasil) e toda a equipe da CESE (administrativa, financeira, de projetos e formação e comunicação).

Confira mais fotos do ato: https://goo.gl/ka3BbJ