CESE inicia o ano com formação interna sobre questão indígena – Notícias | Cese | Coordenadoria Ecumênica de Serviço

Notícias

Data: 21.02.18

CESE inicia o ano com formação interna sobre questão indígena

Na manhã desta  quarta-feira (21), CESE e COIAB (Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia) se reuniram para melhorar a compreensão sobre os povos indígenas, aprofundar questões sobre violação de direitos e identificar desafios para essas populações, em torno de uma futura parceria entre as organizações.

A reunião teve como objetivo discutir com a equipe interna sobre temas indígenas que vão desde questões culturais até temas políticos, sobretudo diante da atual conjuntura brasileira de destruição da política indigenistas e ambiental.  Foram convidados para o compartilhamento de suas experiências: Kleber Karipuna do Amapá, Mário Nicácio, do povo Wapichana de Roraima e Alan Apurinã do Amazonas.

Mário Wapichana, retratou que embora os indígenas historicamente convivam com espoliação do seu modo de vida, suas terras e sua cultura, na atual conjuntura política, sua reprodução física e cultural está ameaçada pela ação de grandes projetos e planos econômicos: “Com esse governo ilegítimo, nossos direitos duramente conquistados, estão sendo ameaçados, numa ofensiva ruralista.”

Kleber Karipuna, completa: ”Sem falar no Marco Temporal, que é uma interpretação de que os índios só têm direito as terras ocupadas em 1988. Isso é inconstitucional, já que a Constituição reconheceu direitos originários dos povos indígenas.”.

 

Já Alan Apurinã trouxe para a roda temas sobre a diversidade dos povos, seus costumes e suas crenças, além da importância da espiritualidade para sua relação com o mundo e com a natureza.  Além disso, equipe da CESE levou dúvidas e curiosidades sobre a organização e articulação do feminismo indígena, entre outras questões de gênero.

Sônia Mota, Diretora Executiva da CESE, termina o encontro com a sensação de que o encontro foi um momento muito importante de partilha, e expõe o posicionamento da organização: “Escolhemos essa temática como primeira formação do ano, para que a CESE continue atuando no fortalecimento dos povos indígenas na luta e defesa por uma vida mais digna e justa

Sobre a COIAB

Fundada em 1989 e sediada na cidade de Manaus, a COIAB é a maior organização indígena do Brasil. Ao todo, representa 160 povos de 09 estados amazônicos. São eles: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Juntos, abrangem cerca de 60% do total da população indígena do país, cerca de 440 mil pessoas. Somado a isso, reúnem 403 Terras Indígenas demarcadas e ainda muitos outros territórios que ainda não foram regularizados.