Declaração sobre o dia internacional dos povos indígenas no mundo – Movimentos Sociais | Notícias | Cese | Coordenadoria Ecumênica de Serviço

Movimentos Sociais Notícias

Data: 10.08.20

Declaração sobre o dia internacional dos povos indígenas no mundo

Em 2020, o Dia dos Povos Indígenas ocorre em meio a uma pandemia mortal que trouxe impactos terríveis para os Povos Indígenas e comunidades locais que habitam e defendem florestas e outros recursos naturais nas regiões de florestas tropicais da Indonésia e nos países da África e América latina.

Sitiados pelo vírus mortal causador da COVID-19 e esquecidos pelos governos que falham em nos apoiar, denunciamos que a falta de políticas é, na verdade, uma política, cujos objetivos são acabar com nossos povos, já que somos a última linha de defesa contra a ganância e a corrupção que roubam a riqueza de nossos territórios. Isso está acontecendo em meio a um crescente corpo de evidências que apontam que o desmatamento, assim como a perda de biodiversidade e das plantas medicinais da ciência indígena, são ameaças centrais para o surgimento de novas doenças infecciosas.
Denunciamos veementemente que essa ganância está se reforçando, agora, sob o pretexto de recuperação econômica.
Chamamos todos os povos indígenas e comunidades locais a seguirem o chamado da Aliança Global de Comunidades Territoriais, com bases na Mesoamérica, América do Sul e Indonésia, na implementação de medidas mais rigorosas de controle territorial, incluindo isolamento voluntário, reativação de conhecimentos médicos tradicionais inteiros, garantindo a cada uma de nossas reservas alimentares comunitárias, para impedir o avanço dessa pandemia. Fiquem firmes!
Finalmente, para vocês, defensores dos recursos naturais, dos seus territórios: seja você uma pessoa ou um povo inteiro, nós queremos dizer que você não está sozinho. Precisamos unir nossas vozes, globalizar nos esforços, porque não existe planeta B. Assim, convocamos o mundo a levantar, de forma unânime, nossas vozes para fazer a defesa dos direitos fundamentais dos povos indígenas e comunidades locais em todo o mundo.