Movimento Ecumênico perde uma Voz Potente e Profética em defesa da vida e do diálogo interreligioso na Bahia, o Pr. Djalma Torres – Ecumenismo | Notícias | Cese | Coordenadoria Ecumênica de Serviço

Ecumenismo Notícias

Data: 23.05.20

Movimento Ecumênico perde uma Voz Potente e Profética em defesa da vida e do diálogo interreligioso na Bahia, o Pr. Djalma Torres

O Movimento Ecumênico perdeu hoje, 23 de maio,  uma Voz Potente e Profética em defesa da vida e do diálogo interreligioso na Bahia, o Pr. Djalma Torres.

Djalma Torres, natural de Itagi, Bahia, graduou-se em Teologia e em Ciências Sociais e especializou-se em História e Cultura da África e
Afrodescendência. Mestre em Teologia, pastoreou as Igrejas Batista da Graça (1970 a 1975) e Batista de Nazareth (1973 a 2007), em Salvador. Foi Presidente do Centro de Pesquisa, Estudos e Serviço Cristão (CEPESC), do Conselho Ecumênico Baiano de Igrejas Cristãs (CEBIC), da Igreja Evangélica Antioquia e da Fraternidade de Igrejas Evangélicas do Brasil. Membro do Koinonia – Presença Ecumênica e Serviço, do Rio de Janeiro. Desenvolveu trabalhos na região de Canudos, como membro fundador e diretor do Instituto Popular Memorial de Canudos (IPMC). Publicou em 2011, a obra Caminhos de Pedra, livro que narrou a sua trajetória de vida e seu engajamento no movimento ecumênico, atuação que o aproximou do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC), Coordenadoria Ecumênica de Serviço(CESE) e Conselho Latino-Americano de Igrejas (CLAI). Em 2012, recebeu o Prêmio Direitos Humanos, na Categoria Diversidade Religiosa pelas atividades realizadas em favor do ecumenismo e do diálogo interreligioso.