Ouça agora o primeiro episódio da série “Não bote fé nas fake news”! – Ecumenismo | Movimentos Sociais | Notícias | Cese | Coordenadoria Ecumênica de Serviço

Ecumenismo Movimentos Sociais Notícias

Data: 16.05.22

Ouça agora o primeiro episódio da série “Não bote fé nas fake news”!

No episódio de estreia da série “Não bote fé nas fake news”, parceria do Guilhotina, podcast do Le Monde Diplomatique Brasil, com a CESE, vamos acompanhar a história da pastora Romi Bencke, secretária-geral do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic), alvo de mentiras espalhadas por extremistas religiosos por conta de sua participação em audiência pública realizada no Senado em 2019 e na Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021.

Participa também a professora Magali do Nascimento Cunha, doutora em Ciências da Comunicação pela USP, colaboradora do Conselho Mundial de Igrejas, coordenadora do Grupo de Pesquisa Comunicação e Religião da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação – INTERCOM e editora-geral do Coletivo Bereia, canal de checagem de fatos especializado em religião. Ela fala sobre os circuitos de notícias falsas divulgadas entre comunidades de fé, a relação entre o avanço do neoliberalismo e dos fundamentalismos com a crise da democracia, a instrumentalização desses extremismos, as mentiras espalhadas pela extrema direita para atingir seus objetivos político-partidários, a resistência organizada entre evangélicos contra o ultraconservadorismo e os caminhos para sensibilizar os cristãos diante da política de ódio colocada em prática pelo governo atual.

A série “Não bote fé nas fake news” analisa o fenômeno das fake news e seus impactos entre as comunidades de fé. Para entender como o fundamentalismo religioso age por meio da desinformação e quais seus objetivos políticos, Bianca Pyl e Luís Brasilino recebem convidadas e convidados que pesquisam, atuam e que foram vítimas dessa fábrica de manipulação. Acompanhe em cinco episódios, publicados sempre às segundas-feiras.

Ouça em seu tocador de podcasts favorito ou no site do Le Monde Diplomatique Brasil.

Gravação, edição e sonorização: Rádio Tertúlia.