Cese

Projeto Mulheres Negras e Populares

Contribuir para a integração social e melhoria das condições de vida de mulheres negras e de mulheres de setores populares em situação de pobreza nas regiões Norte e Nordeste do Brasil: este é o objetivo central do projeto Mulheres Negras e Populares: Traçando Caminhos, Construindo Direitos, realizado pela CESE e SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia, com financiamento da União Europeia.

A proposta tem ainda o objetivo de fortalecer o protagonismo desse público no debate público na sociedade brasileira e nos processos de participação social referidos às políticas governamentais de inclusão social de mulheres e da população negra.

O apoio a projetos buscará contemplar uma ampla diversidade de segmentos sociais em que se encontram as mulheres negras e mulheres de setores populares, incluindo a juventude, população LGBTT, comunidades quilombolas, comunidades de terreiro e outras populações tradicionais, estimulando também a articulação entre redes de mulheres negras e redes de mulheres indígenas.

Também estão previstas atividades e encontros de formação e articulação para incidência política e de fomento a ações de comunicação das organizações e redes apoiadas.

Primeiros passos
Salvador (BA) sediou os encontros iniciais da iniciativa, que começou em fevereiro de 2015. No dia 9 de abril, lideranças do Norte e Nordeste estiveram reunidas no auditório da CESE para discutir a reforma política e mecanismos para garantir a maior representatividade de mulheres negras e populares nos espaços de decisão e poder.

A mesa do debate contou com a presença da ex-ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), Luiza Bairros; Sílvia Camurça, representando a Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB); e Maria das Dores do Rosário Almeida, mais conhecida como Durica, pela Articulação de Organizações de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB). A mediação foi feita por Rosana Fernandes, assessora de projetos da CESE. O evento contou com a participação de cerca de cem representantes de movimentos, organizações sociais e poder público.

Clique aqui para conferir o que saiu na mídia

Nos dias 10 e 11, foi um seminário, que reuniu cerca de 40 lideranças para partilha de informações e saberes sobre as organizações de mulheres negras e populares no Norte e Nordeste do Brasil e para construir coletivamente elementos de análise situacional desses movimentos.

Já o lançamento oficial do “Mulheres Negras e Populares” aconteceu no dia 13 de abril e contou com a presença da representante da União Europeia no Brasil, Denise Verdade; Analba Brazão, pela Articulação de Mulheres Brasileiras e SOS Corpo; e Rosana Fernandes, assessora de projetos da CESE, compondo a mesa de abertura da cerimônia – além de apresentação de reflexões de Maria de Lourdes Tavares, do Instituto de Mulheres Negras do Amapá; Marta Leiro, do Coletivo de Mulheres do Calafate; Vilma Reis, membro do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra; Valdeci Nascimento, do Instituto Odara e Rede de Mulheres Negras do Nordeste; além de ativistas da área de direitos humanos.


Cese
End.: R. da Graça, 150. Graça, CEP: 40.150-055, Salvador-BA, Brasil.
Tel.: (71)2104-5457, Fax: (71)2104-5456, E-mail: cese@cese.org.br

©2012 - 2017 Coordenadoria Ecumênica de Serviço – CESE
ZWA