CESE lança Nova Edição da Cartilha de Direitos Humanos, durante Fórum Social Mundial 2018 – Notícias | Cese | Coordenadoria Ecumênica de Serviço

Notícias

Data: 16.03.18

CESE lança Nova Edição da Cartilha de Direitos Humanos, durante Fórum Social Mundial 2018

No ano em que completa seu 45ª aniversário, a CESE reedita a publicação “Declaração Universal dos Direitos Humanos”, durante a Roda de Diálogo “A agenda dos direitos humanos no Brasil e os desafios da cooperação entre parceiros locais, nacionais e internacionais”, no Fórum Social Mundial.

CONFIRA AS FOTOS CLICANDO AQUI

O livreto histórico e mais conhecido da CESE traz uma Edição Comemorativa de 70 anos da Declaração, tendo como texto-base a Declaração Universal dos Direitos Humanos e artigos do PIDESC – Pacto Internacional Sobre Direitos Econômicos, Sociais e Culturais, referenciados por textos bíblicos.

Esta edição traz uma nova ilustração e conta com a parceria do CEBI – Centro de Estudos Bíblicos, CONIC – Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil e Articulação para o Monitoramento dos DH no Brasil, no apoio para elaboração da publicação.

Para Sônia Mota, diretora Executiva da CESE, diante tantas violações de direitos e de um estado de exceção que estamos vivendo, outra vez se faz necessário recolocar a cartilha: “Valeu a pena todo o tempo dedicado para revisão e atualização dessa publicação. Façam dela um livro de cabeceira, de bolso, de luta”.

A CESE já fez circular mais de dois milhões de exemplares por todo o País. Sua distribuição é voltada para toda a sociedade, desde movimentos sociais e organizações populares, até escolas e universidades. “O tamanho do sucesso editorial tem a ver com a sua qualidade, mas também com as demandas que não param na sociedade”, afirma José Carlos Zanetti, assessor de Projetos e Formação da CESE. Para ele, este livro é fundamental não só para CESE e as organizações que ajudaram na sua elaboração, mas especialmente, para os indivíduos que têm seus direitos violados: “Há uma necessidade reinterpretação desses direitos, que vão desde a imposição de acessar ao mercado para ter o direito básico, potencializado pelo neoliberalismo, até as reformas que estão em curso.”

A “Declaração Universal dos Direitos Humanos” também será lançada em abril, durante a 4ª Edição do Show Música e Direitos Humanos e na Assembleia Geral da CESE, no mês de junho.